Buscar
  • abaccusbrms

Pandemia fez explodir negócios modernizando aplicações, diz estudo

Atualizado: Mar 21

77% estão remodelando aplicações usando, principalmente, APIs. Levantamento da F5 ouviu 1500 CIOs e CISOs, incluindo no Brasil e na América Latina


Mais de três em cada quatro CIOs e CISOs (77%) relataram estar modernizando aplicações internas ou voltadas ao atendimento ao cliente. As APIs são o método mais escolhido, dada a capacidade de combinar componentes de aplicações tradicionais e modernas. Isso porque 87% das organizações operam ao mesmo tempo arquiteturas recentes e legadas.

Para os entrevistados, a necessidade de modernização aparece quando os sistemas legados são rígidos demais para atender as condições de negócio em mutação acelerada graças à pandemia. Essas são algumas das descobertas de um estudo da F5 divulgado nesta quarta-feira (17), que ouviu 1.500 executivos C-level de tecnologia e segurança do mundo, incluindo Brasil e na América Latina.

Esse número de executivos declarando movimentos de modernização em aplicações é bastante expressivo, uma vez que um ano antes (2020) eram somente 37% os entrevistados afirmando estar modernizando aplicações. A modernização, diz a F5, é um meio natural de expandir as capacidades digitais em um momento de transformação digital acelerada.

Outra tendencia relevante para os executivos ouvidos é a computação de borda, ou edge computing. 76% das organizações implementaram ou estão ativamente planejando implementações com processamento nas bordas, tendo como impulsores reduzir latência e coletar dados para viabilizar analytics.


Nuvem em alta, segurança no escuro

Mais de dois terços dos entrevistados (68%) disse estar hospedando parte de suas soluções de segurança e performance de aplicações na nuvem. Segurança continua a ser fator importante, e os esforços para antecipar movimentos criminosos exigem mais capacidade das organizações.

No entanto, 95% dos entrevistados dizem estar perdendo insights sobre desempenho, segurança e disponibilidade de aplicações. Segundo a F5, eles querem mais informações do que as fornecidas pelas atuais soluções de monitoramento e analytics.

Os profissionais ouvidos são unânimes em citar os três principais insights perdidos: a causa raiz dos problemas com as aplicações; causas de degradação do desempenho e detalhes sobre potenciais ataques.

Mais de três quartos dos entrevistados considera a entrega de aplicações e a tecnologia de segurança como críticas para atender SLAs (80%) e aprimorar a experiência do cliente (79%).


Fonte: https://cio-com-br.cdn.ampproject.org/c/s/cio.com.br/noticias/pandemia-fez-explodir-negocios-modernizando-aplicacoes-diz-estudo/amp/

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo